Quanto você investe do seu salário por mês? Existe uma quantidade ideal?

Quanto investir do salário: a grande questão

Saber quanto investir do seu salário mensalmente é uma dúvida muito comum para quem está iniciando uma instituição financeira pessoal.

Se você percebeu a importância de investir seu dinheiro e fazê-lo funcionar, você está no meio do caminho. O próximo passo agora é entender quanto você deve (e pode) economizar a cada mês para atingir suas metas financeiras.

Obviamente, quanto maior o valor investido, maior o seu retorno a longo prazo. Mas não pense que você precisa ter um salário de cinco dígitos ou pedir muito dinheiro para entrar nos mercados financeiros.

Invista mês a mês com base na sua situação real e você já pode ter retornos decentes para atingir seus objetivos, basta ser disciplinado, focar em seus objetivos e escolher investimentos que se adequem ao seu perfil.

Quanto você investe do seu salário por mês? Existe uma quantidade ideal?

Nem pense em desistir do programa porque seu salário é “muito baixo”. Com um bom planejamento e frequência de doações, qualquer pessoa pode ganhar dinheiro e começar a construir riquezas para o futuro, como explicaremos mais adiante.

Você sabe a diferença entre salário bruto e salário líquido? Este é o primeiro passo para entender quanto você deve investir.

Por que você deve decidir quanto investir do seu salário

Decidir quanto investir do seu salário é a chave para ter seu dinheiro de volta e sair do seu “zero a zero” financeiro. Afinal, sua vida financeira nunca vai progredir se você apenas pagar todas as suas despesas e não tiver nada na sua conta no final do mês.

Claro que é bom não ter dívidas ou controlar seus pagamentos, mas você também precisará economizar uma quantia mensal para investir em seus objetivos.

Talvez você queira comprar um celular no mês que vem, começar seu próprio negócio em alguns anos, fazer uma viagem no final do ano, conquistar sua casa em dez anos, ou até mesmo se aposentar com uma renda decente.

Em todos esses casos, você precisa reunir fundos e investir para chegar onde deseja. Obviamente, quanto mais ambiciosas forem suas metas, maior será a quantia que você precisa economizar a cada mês.

Se você ainda não pensou nisso, agora é a hora de descobrir quanto investir do seu salário e começar o mais rápido possível – mesmo que seja pequeno.

Quanto investir do seu salário, a opinião de três especialistas
Especialistas em educação financeira têm várias dicas de quanto investir em cada situação. Veja o que eles têm a dizer sobre o assunto.

Quanto você investe do seu salário por mês? Existe uma quantidade ideal?

  • Celson Plácido: 10% a 30% do salário
  • Celson Placido é consultor de investimentos e sócio da Proseek Business School. Em
  • entrevista ao UOL em 2019, ele sugeriu que as pessoas se acostumem a economizar dinheiro
  • todo mês investindo primeiro 10% do salário.

Com o tempo, caso a renda aumente ou a instituição financeira reduza as despesas, recomenda-se aumentar gradativamente o percentual. “Idealmente, antes de pensar em elevar os padrões de vida, se possível, aumentar o investimento para 30%”, disse o consultor.

Nesse caso, a chave é considerar primeiro seus investimentos e objetivos financeiros e não aumentar seus gastos ao ganhar uma renda extra ou um aumento.

Muitas vezes, as pessoas fazem o oposto: não podem ganhar um pouco mais do que as novas taxas que inventaram. Mas se você realmente deseja investir e obter um retorno vitalício, precisa aprender a viver um degrau abaixo de você e priorizar seus objetivos financeiros.

Nathalia Arcuri: A Regra 70/30
A influenciadora digital Nathalia Arcuri, fundadora do “Me Poupe!” é uma das principais figuras da educação financeira da atualidade.

Apesar da “receita de bolo” contra a vida financeira, ela tem uma forma própria de definir quanto investir do seu salário.

Em um artigo de 2018, Nathalia defendeu a regra 70/30, que basicamente significa economizar 30% do seu salário para aposentadoria e investimentos, e os 70% restantes para despesas mensais.

Mas ela deu um passo adiante e sugeriu dividir o dinheiro em cinco partes:

  • 55% para despesas básicas como aluguel, contas e mantimentos
  • 20% para metas de médio a longo prazo, como viajar ou iniciar um negócio
  • 10% para o que você quiser, como lazer, roupas e cultura
  • 10% para investimentos de longo prazo (especialmente aposentadoria)
  • 5% para despesas educacionais, como cursos e livros

Se você achar que 55% não é suficiente para cobrir suas despesas básicas, Nathalia avisa: Você provavelmente está mantendo um padrão de vida que não corresponde à sua renda.

Nesse caso, há dois caminhos: progredir na carreira e ganhar mais dinheiro até que as necessidades cheguem a 55% do salário ou reduzam ao máximo as despesas.

Dica: O método da Nathalia é muito parecido com o método da maconha que costumamos ensinar em nosso blog.

Thiago Negro: De 5% a 30%
O digital influencer Thiago Nigro fez sucesso por meio de seu site e canal no YouTube “O Primo Rico”, onde compartilha sobre educação financeira e gestão orçamentária.

Ele argumenta que qualquer um pode acumular riqueza e “ficar rico” — aqui, o conceito de ficar rico pode significar independência financeira para alguns e ostentação para outros — dependendo de seus objetivos e dedicação ao investimento.

Em um vídeo de 2019, Nigro sugeriu que você precisa economizar pelo menos 30% do seu salário para atingir suas metas financeiras de longo prazo.

Claro, isso parece uma tarefa impossível para a maioria de nós, já que uma economia tão grande reduziria a qualidade de vida atual.

Assim, assim como Celson Plácido, ele percebeu que a única maneira de fazer isso era aumentar gradativamente o valor que economizava, começando com 5% do seu salário.

Passo a passo para 30%
Para chegar a 30%, os influenciadores deixam claro que é preciso sair da zona de conforto e abandonar o padrão de vida atual, aceitando a ideia de sacrificar o presente em nome de um futuro mais próspero.

Ele recomenda os seguintes passos:

Organize um orçamento, listando receitas e despesas
Identifique as prioridades financeiras
Adote uma regra de “pague-se primeiro” que reserve o valor do seu investimento mensal antes das mudanças salariais
Além disso, Nigro chama a atenção para a importância de uma perspectiva de longo prazo, pois o tempo é um fator importante para o sucesso do investimento.

Ele deu um exemplo de alguém que ganha 2.000 reais por mês e quer economizar 100.000 reais ao longo de 10 anos economizando 10% do seu salário (200 reais) por mês.

Assumindo uma taxa de retorno do investimento de 7% ao ano, o valor ganho em 10 anos seria de R$ 34.603,77 – bem abaixo da meta previamente definida.

Agora, se o homem trabalhasse um pouco mais e economizasse 20% do salário, teria ganho 68.207,55 reais pelos mesmos 10 anos.

Por fim, se você economizar 30% do seu salário, terá um total de 103.811,33 reais para o período exigido, que é superior à meta estabelecida.

Moral da história: vale a pena fazer sacrifícios maiores hoje para alcançar seus objetivos financeiros mais rapidamente.

Quanto você investe do seu salário por mês? Existe uma quantidade ideal?
Como começar a investir seu salário
Agora que você recebeu algumas dicas, ficou mais fácil decidir quanto investir do seu salário. Mas por onde começar depois de escolher a porcentagem inicial?

Primeiro, comece a construir sua reserva de contingência: ela deve ser suficiente para cobrir as despesas mensais de 6 a 12 meses em caso de imprevistos.

Esse valor está disponível para investimentos de baixo risco e liquidez do dia a dia, como o CDB Neon, para que você possa sacar seus recursos sempre que precisar.

Depois de montar um fundo de emergência, você pode começar a diversificar seu portfólio e investir em investimentos de renda fixa e variável – sempre começando pelos ativos menos arriscados.

Então, você consegue descobrir quanto investir do seu salário? Comente qual porcentagem você acha que funciona melhor e compartilhe este artigo com sua família e amigos para ver o que eles acham!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.