O banco digital é seguro: aprenda 4 razões pelas quais

Quando você começa a pensar em depositar fundos em instituições financeiras digitais, pode estar preocupado se o banco digital é seguro.

Isso é muito correto! Afinal, todas as economias que você ganha são o resultado de seu trabalho e trabalho duro, e ninguém quer ver seu dinheiro suado ir embora facilmente.

Mas há um grande erro. Muitas vezes as pessoas associam a segurança do banco a esses cofres enormes (como o da série La Casa de Papel) e seguranças com armas.

Durante anos, nada foi mais seguro do que um banco tradicional. Poucos têm segurança armada e cofres com fechaduras eletrônicas para manter o dinheiro longe dos ladrões.

Com o tempo, novos recursos surgem para facilitar a vida dos clientes. O banco online tornou-se muito popular, o que também abriu os olhos dos criminosos.

Depois, há o cibercrime e a fraude, uma nova maneira de “roubar um banco” sem armas, máscaras e filmagens. Basicamente, os hackers copiam o site do banco, enviam e-mails para inúmeras pessoas e a pessoa que é enganada se torna estatísticas de roubo.

Sim, até os próprios bandidos percebem que é muito mais fácil roubar dinheiro das contas das pessoas pela internet.

Por causa dessa mudança, as pessoas estão começando a duvidar da força do banco online, especialmente se o banco digital é seguro. Essa pergunta é muito pertinente, pois se estão roubando pela internet, por que colocar todo o dinheiro em um banco 100% digital?

O que nem todo mundo sabe é que as instituições financeiras digitais são altamente seguras! Mostraremos o porquê neste artigo.

4 razões para provar a segurança do banco digital

1. Use tecnologia de segurança de ponta

O negócio do banco digital é dinheiro, então você não pode ser enganado. As instituições estão sempre em busca das formas mais modernas e eficazes de proteger as contas dos clientes. Quer alguns exemplos?

Reconhecimento facial

Isso não se aplica apenas às fotos do Facebook! Você pode fazer do reconhecimento uma ótima ferramenta de segurança!

Para isso, as empresas buscam, discutem, selecionam bons fornecedores e aplicam essas tecnologias em seus processos de segurança.

Criptografia

A criptografia é um código que protege as informações, dificultando a leitura dos dados criptografados, dificultando muito a vida de quem tentar roubá-los.

Esse recurso é amplamente utilizado para a segurança de bancos digitais, sites de compras e sistemas de informação, e inúmeras outras empresas.

Autenticar com selfies e números

Habilitar o acesso à sua conta por selfie ou apenas digitalmente garante que somente você possa acessar sua conta e obter informações sobre ela.

Símbolo

Os tokens são outra etapa de segurança necessária para autenticar transações feitas por meio de bancos online e aplicativos bancários.

Cartões físicos e virtuais

Ter dois cartões, um para compras físicas e outro para compras online, protege suas informações e mantém suas transações seguras.

Veja qual a diferença entre um cartão virtual e um cartão físico.

2. Os dispositivos móveis são mais seguros e os bancos digitais sabem disso bem

Os bancos digitais podem até ser mais seguros que as instituições financeiras tradicionais, sabia? Principalmente porque o foco está nos dispositivos móveis, que são mais seguros que os computadores.

Você já deve estar se perguntando: “Ah, mas meu computador tem antivírus, firewall e tudo mais, não é suficiente?”. Obviamente, tudo isso é importante e você deve continuar protegendo seu dispositivo. No entanto, os smartphones ainda são mais seguros.

Os fabricantes sabem que as pessoas perdem seus telefones com muito mais frequência do que seus computadores. Por causa disso, os telefones têm mais bloqueios de acesso e bloqueios de segurança (código de sorteio, PIN, impressão digital, reconhecimento de voz, autenticação de selfie etc.).

3. A segurança é um dos principais pilares do banco digital

As propostas de bancos digitais são muito práticas e ousadas, e há muito competem com as grandes e legadas marcas que existem no mundo.

Como competir com um novo produto que envolve dinheiro alheio? A resposta é uma: torná-lo seguro e fazer acontecer.

O dinheiro é uma parte importante do banco digital, afinal não há negócio sem ele, certo? Mas segurança também é considerada core business (é apenas uma palavra estrangeira para descrever o que é a coisa mais importante que uma empresa vende/oferece).

Sem bons protocolos de segurança, os bancos não conseguirão convencer ninguém a abrir uma conta com eles.

Ter a segurança como diferencial é importante, por isso os bancos digitais investem fortemente em tecnologia de ponta e no desenvolvimento dos melhores aplicativos para te dar tranquilidade.

Não estamos dizendo que os bancos tradicionais não garantem a proteção do cliente (pelo contrário!), mas para os bancos digitais, a segurança é de fato uma vantagem competitiva, o que os deixa mais preocupados com isso.

4. Os criminosos continuam a ser uma ‘tradição’ para os bancos

Explicamos que os smartphones são mais seguros que os PCs, o que traz muita segurança para os bancos digitais porque sua mentalidade mobile-first faz com que seu desenvolvimento se concentre em dispositivos móveis.

Ao contrário do banco online, isso inclui seus protocolos de segurança. Por isso é muito mais difícil fazer o famoso phishing (enviar e-mails falsos para muitas pessoas na tentativa de roubar dados de acesso) nesse sistema.

Esse fato alimenta a tendência dos criminosos seguirem a tendência do “vencedor não faz”, gerando fraudes contra os bancos tradicionais.

A segurança digital também é sua responsabilidade
Enquanto os bancos (digitais e tradicionais) usam todas as camadas e métodos para manter seus fundos seguros, nada é 100% seguro.

Portanto, você também desempenha um papel importante nesse processo. Os bandidos veem você como uma fraqueza, então concentram a maior parte de sua energia em você.

Hoje, qualquer pessoa pode acessar facilmente uma grande quantidade de informações sobre qualquer pessoa no mundo, especialmente com violações frequentes de dados. Alguns cliques e voilá! Aniversários, casamentos, CPF, CEPs, etc.

Portanto, tenha cuidado com suas senhas, use sua criatividade para formar combinações únicas e não repita nenhuma delas em contas, plataformas ou sites diferentes.

Tenha cuidado redobrado ao receber e-mails e mensagens também, pois os links podem ser falsos e levar você a um ambiente muito parecido com um banco, mas é falso.

Viu quão seguro é o banco digital? É por isso que tantas pessoas estão dando a essas instituições financeiras a chance de revolucionar a maneira como administramos o dinheiro pelo qual lutamos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.